terça-feira, 27 de agosto de 2013

CREPOS, AFROS e BLACKs - BELAS & BELOS: "Tens o brilho tão forte por isso te chamo de pérola negra"

"ME DEIXE PASSAR COM A MINHA BELEZA, PORQUE EU SOU DA COR DO CÉU, DA COR DO SOL. SOU MAR E TERRA; SOU ESSA LUZ QUE ESTÁ AO SEU REDOR".

"ME DEIXE PASSAR COM A MINHA COR, COM MEU AMOR, COM A MINHA OUSADIA, PORQUE O QUE LHE CAUSA ESPANTO É MEU SEMBLANTE, É MEU CANTO, QUE LHE TRAZ HISTÓRIA, FORÇA E ALEGRIA".  Tânia B. Teodoro 

O canto do negro
Veio lá do alto
É belo como a íris dos olhos de Deus, de Deus

898595914
http://modaebeleza.cafeversatil.com/wp-content/uploads/2009/12/898595914.jpg

E no repique, no batuque
No choque no aço


Fonte: http://salaoafroanastacia.blogspot.com.br/


Eu quero penetrar
No laço afro que é meu, e seu

Fonte: http://bellasdicasdebeleza.blogspot.com.br/2012/07/top-5-de-cortes-masculinos-de-2012.html

Vem cantar meu povo



Foto
Fonte: https://www.facebook.com/PretinhasLindasDoFace
Vem cantar você

Foto: Crespo é lindo! Ensine.
Fonte: https://www.facebook.com/PretinhasLindasDoFace
Bate os pés no chão moçada

E diz que é do Ilê Ayê

http://roseafro.blogspot.com.br/?zx=b85ce88ffffa8fe8
Lá vem a negrada que faz
O astral da avenida


Mas que coisa bonita
Quando ela passa me faz chorar


Foto: Jennifer AyallenFoto: Carla Siccos
Tu és o mais belo dos belos

Fonte: http://gordinhaslindas.wordpress.com/
Traz paz e riqueza

Tens o brilho tão forte

Oprah Winfrey - ESSENCE Black Women In Hollywood Awards Luncheon
Por isso te chamo de Pérola Negra
Ê, Pérola Negra
Pérola Negra Ilê Ayê

Tumblr_lezbbcnwqi1qe5qoco1_500_large
http://fashionfinissima.blogspot.com.br/2011/09/cabelo-afro-black-power-cabelo-de.html
Minha Pérola Negra


Lá vem a negrada que faz
O astral da avenida


Mas que coisa mais linda
Quando ela passa me faz chorar


Tranças diferentes: fotos de tranças afro
Tu és o mais belo dos belos
Traz paz e riqueza


Tens o brilho tão forte
Por isso te chamo de Pérola Negra


http://monicaaguiarsouza.blogspot.com.br/2012/07/celebra-se-hoje-o-dia-da-mulher-africana.html
Com sutileza
Cantando e encantando a nação



Batendo bem forte em cada coração
gostei-e-agora-ruivo-para-negras-dourado-acobreado
http://www.gosteieagora.com/2013/06/25/cabelos-ruivos-para-negras/
Fazendo subir a minha adrenalina


Como dizia Buziga
Edimin


Emife Nagô Dilê
Edimin
Emife Nagô Dilê

Ê, Pérola Negra
Pérola Negra, Ilê Ayê

Minha Pérola Negra

Foto

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

"O único lugar onde o sucesso vem antes do trabalho é no dicionário". Albert Einstein


Dizem que o autor desta história é Esopo, um escritor da Grécia Antiga que é considerado o inventor da fábula. A fábula é um gênero literário em que os animais têm características humanas. Eles falam e agem como pessoas. No final, tem sempre uma moral da história. 

A história de "A cigarra e a formiga" foi recontada por Jean de La Fontaine (escritor francês que viveu no séc. XVII) assim:

Tendo a cigarra cantado durante o verão,
Apavorou-se com o frio do inverno
Sem mosca ou verme para se alimentar,
Com fome, foi ver a formiga, sua vizinha,
pedindo-lhe alguns grãos para aguentar
Até vir uma época mais quentinha!
- "Eu lhe pagarei", disse ela,
- "Antes do verão, palavra de animal,
Os juros e também o capital."
A formiga não gosta de emprestar,
É esse um de seus defeitos.
"O que você fazia no calor de outrora?"
Perguntou-lhe ela com certa esperteza.
- "Noite e dia, eu cantava no meu posto,
Sem querer dar-lhe desgosto."
- "Você cantava? Que beleza!
Pois, então, dance agora!"

A moral dessa história é que todas as ações geram consequências.  Enquanto a cigarra se divertia, a formiguinha só trabalhava. Mas, no fim, o esforço da formiga é compensado pela fartura e a cigarra, que não se preparou, ficou sem ter o que comer. 


“O preconceito não é um preconceito de negro ou de branco. É uma deficiência do ser humano que precisa evoluir”. Helder Dias


IMPEDIR QUE PARENTES DOS AGRESSORES TESTEMUNHEM A VIOLÊNCIA É UM RETROCESSO NA LUTA PELOS DIREITOS DAS MULHERES AFEGÃS. ASSINE A PETIÇÃO DO AVAZZ E IMPEÇA QUE ESSE ATENTADO AOS DIREITOS HUMANOS SE TORNE LEI!

Não à lei da mordaça "anti-mulheres"

Aos senadores da Assembléia Nacional Afegã e ao presidente da Comissão do Legislativo, Malawi Ghulam Muhiuddin Monsef:

Enquanto cidadãos preocupados, estamos chocados diante das propostas de mudança no código de processo penal afegão que quer proibir os parentes de réus de testemunharem em um tribunal. Esta emenda perigosa não apenas vai permitir que os torturadores de mulheres e crianças saiam ilesos de crimes, como também configura um retrocesso na luta por mais direitos para as mulheres e o estado de Direito no Afeganistão. Exigimos que V. Exas votem contra esta proposta e façam tudo que estiver ao seu alcance para impedir que ela se torne lei.

Vendida como noiva aos 12 anos, Sahar Gul vivia em uma casa do terror. Os parentes de seu marido a mantinham presa no porão, espacavam-na com canos de ferro quente e deixavam-na passar fome. Quando ela se recusou a se prostituir para conseguir dinheiro para eles, seus torturadores arrancaram suas unhas. 

A sentença dos seus agressores foi reduzida a apenas 1 ano de prisão e eles estão livres novamente! Pior ainda: a Câmara dos Deputados de seu país aprovou uma lei que proíbe que membros da família dos agressores testemunhem a violência em um tribunal. Isso fará com que inúmeras crianças e mulheres jamais consigam Justiça para seus casos. 

Temos poucos dias para impedir este ataque aos direitos das mulheres. Em outras oportunidades, o Senado afegão já conseguiu barrar projetos assim e funcionários de alto escalão nos disseram quea comunidade da Avaaz pode dar o empurrão de que eles precisam para ajudar a barrar essa proposta antes que ela seja levada a plenário para votação. Assine a petição com urgência -- quando alcançarmos 1 milhão de assinaturas vamos lançar uma campanha publicitária local com foco nos principais Senadores até que essa proposta seja enterrada.


Clique no link abaixo e assine a petição: https://secure.avaaz.org/po/justice_for_afghan_women_loc/?bUSQKab&v=28383

Fonte: https://secure.avaaz.org/po/justice_for_afghan_women_loc/?bUSQKab&v=28383

Pesquise aqui...


“Como professor, não me é possível ajudar o educando a superar sua ignorância, se não supero permanentemente a minha”. Paulo Freire