domingo, 28 de março de 2010

OS DEZ PIORES LUGARES DO MUNDO




Caros leitores, achei interessante essa notícia publicada pela Redação Yahoo! Brasil no dia 25 de março do ano decorrente. O Yahoo! apresenta alguns dos "10 piores lugares do mundo"(http://br.noticias.yahoo.com/s/25032010/48/entretenimento-10-lugares-voce-nao-querer.html) . A seleção foi feita pela site LISTVERSE. Neste site você encontra o top dos dez produtos bizarros, das dez profissões mais estranhas, as dez mortes mais bizarras, dentre outras curiosidades. Visitei o LISTVERSE e  usei o tradutor do GOOGLE para poder disponibilizar essa 'curiosidade' no Blog: Vale a pena conferir: http://listverse.com/





OS DEZ PIORES LUGARES DO MUNDO 
Obs.: Os dez piores lugares estão listados em ordem decrescente e a tradução pode não ter sido feita corretamente. 


Great Pacific Garbage Patch - Oceâno Pacífico

Plastic1
The Great Pacific Garbage Patch, também descrito como a Trash Vortex Pacífico, é um giro de lixo marinho na região central do Oceano Pacífico situa aproximadamente entre 135 ° a 155 ° W e 35 ° a 42 ° N. A maioria das estimativas atuais do estado que é maior que o estado E.U. do Texas, com algumas estimativas, alegando que ela é maior do que os Estados Unidos continentais, no entanto o tamanho exato não se sabe ao certo. O patch é caracterizada por concentrações excepcionalmente altas de plásticos pelágicos, lamas químicas e outros detritos que foram presos pelas correntes do Pacífico Norte Gyre. O patch não é facilmente visível, pois consiste em pedaços muito pequenos, quase invisíveis a olho nu, a maioria do seu conteúdo são suspensos abaixo da superfície do oceano. Este não é um lugar de Joe médio que deseja visitar.
Izu Islands
Japão
Screen Shot 2010/03/22 Em 12.26.39 Pm
As ilhas de Izu são um grupo de ilhas vulcânicas alongamento sul e leste da península de Izu de Honshu, Japão. Administrativamente, formam duas cidades e seis aldeias; toda a parte de Tóquio. O maior é Izu Oshima, geralmente chamado simplesmente de Oshima.Devido à sua natureza vulcânica, as ilhas são constantemente preenchido com o cheiro de enxofre (muito semelhante ao cheiro de milhares de peidos). Moradores foram evacuados das ilhas em 1953 e 2000 devido à atividade vulcânica e níveis perigosamente elevados de gás. O povo voltou em 2005, mas são agora obrigados a carregar máscaras de gás com eles em todas as vezes nos níveis de gás caso subida inesperada.
The Door to Hell
Turcomenistão
Img 2526
Endereço: Derweze, Turquemenistão
Isto tem caracterizado em listverse antes, mas ele seria incompleto de nós para excluí-lo da lista. Durante a perfuração em Derweze no Turcomenistão em 1971, os geólogos acidentalmente encontrou uma caverna subterrânea cheia de gás natural. O chão sob a plataforma de perfuração em colapso, deixando um grande buraco com um diâmetro de cerca de 50-100 metros. Para evitar a descarga de gás venenoso, os cientistas decidiram atear fogo ao buraco. Geólogos esperava que o fogo iria sair em poucos dias, mas foi queimando desde então. Os habitantes têm o nome da caverna The Door to Hell. Como você pode ver na foto acima, é um inferno de um lugar incrível, mas certamente que você não gostaria de visitar.

Poison Alnwick Gardens
Inglaterra
Alnwick-Poison-Gardens.2289.Full
Endereço: Denwick Lane, Alnwick, NE66 1YU, Inglaterra
Inspirado no Jardim Botânico, em Pádua, Itália (o primeiro jardim botânico que foi criado para cultivar plantas medicinais e venenosas em 1500), o Poison Alnwick Garden é um jardim totalmente dedicado às plantas que podem matar. Possui muitas plantas cultivadas em jardins sem querer de volta, e aqueles que crescem na zona rural britânica, assim como muitas variedades mais incomuns. Chama-cama em forma de conter a beladona, tabaco e Mandrake. O jardim de Alnwick tem uma licença do Office Home crescer algumas plantas muito especiais, ou seja, maconha e coca que se encontram atrás das grades em gaiolas gigantes - por razões óbvias.

Asbestos Mine
Canadá
Screen Shot 2010/03/22 Em 10.51.06 Am
Endereço: Thetford-Mines, Quebec, Canadá
O amianto é um conjunto de seis minerais naturais de silicatos altamente valorizada pela sua resistência ao fogo e boa capacidade de absorção. No downside, a exposição a este material provoca o cancro e uma variedade de outras doenças. É tão perigoso que a União Europeia proibiu todas as minas e utilização de amianto na Europa. Mas, para aqueles curiosos o suficiente para querer se aproximar do material, nem tudo está perdido. No Canadá, nas minas de Thetford, você pode visitar uma mina de amianto enormes a céu aberto que está ainda totalmente operacional. Os trabalhadores nas minas não são obrigados a usar qualquer tipo de proteção respiratória e, em alguns setores da cidade vizinha, as áreas residenciais são butted lado contra pilhas de resíduos de amianto. A mina oferece passeios de ônibus do ambiente mortais durante os meses de verão. Os ingressos são gratuitos (você esperaria que fosse de outra maneira?). Se você decidir visitar, não esqueça o seu corpo cheio de bio-suit perigo.
Ramree Island - Birmânia
800px-crocodilo de água salgada sobre uma ribeira
Ramree Ilha da Birmânia é um enorme pântano casa para 1000 de água salgada enormes crocodilos de água salgada, o mais mortal do mundo. É também o lar de malária transportando mosquitos e escorpiões venenosos. Durante a Segunda Guerra Mundial, a ilha era o local de uma batalha de seis semanas na campanha da Birmânia. Aqui está uma descrição de uma dessas noites de horror: "Nessa noite [de 19 de fevereiro de 1945] foi o mais horrível que qualquer membro do ML lancha [] tripulações já experimentou. Os tiros espalhados rifle no breu pântano perfurados pelos gritos dos feridos esmagados nas garras de répteis enormes, e turva a preocupar-se som de crocodilos girando feito uma cacofonia de inferno que raramente tem sido repetido na terra. Ao amanhecer, os abutres chegaram a limpar o que o crocodilo tinha deixado ... de cerca de 1.000 soldados japoneses que entrou no pântano das Ramree, apenas cerca de 20 foram encontradas com vida. "
Yungas Road - Bolívia
Death-Road
The North Yungas Road (Estrada da Morte, ou Death Road) é de 61 quilômetros (38 Km) ou 69 quilómetros (43 milhas) da estrada que liga La Paz a Coroico, 56 quilómetros (35 milhas) a nordeste de La Paz, na região de Yungas Bolívia. É famosa por seu extremo perigo com estimativas indicando que 200-300 viajantes são mortos anualmente ao longo dela. A estrada cruza marcação inclui muitos dos locais onde os veículos caíram. A estrada foi construída na década de 1930 durante a Guerra do Chaco por prisioneiros paraguaios. É uma das poucas rotas que liga a região de floresta amazônica do norte da Bolívia, ou de Yungas, a sua capital. Devido à extrema declives de pelo menos 600 metros (2.000 pés), largura da via única - a maioria das estradas não maior do que 3,2 metros (10 pés) e falta de guarda-corpos, a estrada é extremamente perigosa. Mais ainda, chuva, nevoeiro e poeira podem dar visibilidade precária. Em muitos lugares, a superfície da estrada é enlameada, e pode soltar pedras da estrada.
Os vulcões de lama do Azerbaijão
Azerbaijão
Imgp5982
Na Primavera de 2001, a actividade vulcânica sob o Mar Cáspio ao largo da costa Azeri criada uma ilha totalmente nova. Em outubro de 2001, houve uma erupção vulcânica impressionante no Azerbaijão em Lokbatan, mas não houve vítimas ou avisos de evacuação. Mas Azerbaijão não tem um único vulcão ativo, pelo menos não no sentido usual da palavra. O Azerbaijão tem é vulcões de lama - centenas deles. Os vulcões de lama são os parentes pouco conhecido da variedade mais comum magmáticas. Eles fazem irromper ocasionalmente com resultados espetaculares, mas geralmente não são considerados perigosos - a menos que você acontecer para estar lá na hora errada: a cada vinte anos ou mais, um vulcão de lama explode com grande força, disparar chamas a centenas de metros em direção ao céu e depositar toneladas de lama na zona circundante. Em uma erupção, as chamas poderiam facilmente ser visto a partir de 15 quilômetros no dia da explosão, e ainda estavam em chamas, embora a um nível inferior, três dias depois.

A Zona de Alienação
Europa Oriental
800px-Pripyat01
A Zona de alienação é a zona de exclusão 30 Km/19 mi em torno do local do desastre nuclear de Chernobyl e é administrado por uma administração especial do Ministério ucraniano de Situações Extraordinárias (Emergências). Milhares de moradores se recusaram a ser evacuados da zona ou ilegalmente voltou lá mais tarde. Ao longo das décadas essa população principalmente idosos diminuiu, caindo abaixo de 400 em 2009.Aproximadamente metade desses reassentados vivem na cidade de Chernobyl, outros estão espalhados em aldeias em toda a zona. Após as tentativas recorrentes de expulsão, as autoridades se reconciliado com a sua presença e até permitiu limitado serviços de apoio para eles. Por causa de saque, há uma forte presença da polícia - para ser avisado, se você visitar, você pode tanto ser filmado ou obter envenenamento por radiação - e todos nós sabemos quão terrível pode ser.
Ilha de Queimada Grande
Brasil
Screen Shot 2010/03/22 Em 12.02.30 Pm
Largo da costa do Brasil, quase diretamente ao sul do centro de São Paulo, é uma Ilha de Queimada Grande (Snake Island). A ilha é intocável por programadores humanos, e por uma razão muito boa. Pesquisadores estimam que na ilha vivem entre um e cinco serpentes por metro quadrado. Esse número pode não ser tão terrível se as serpentes foram, digamos, 2 cm de comprimento e nonvenomous. As cobras em Queimada Grande, no entanto, são uma espécie exclusiva de jararaca, Lancehead o ouro. O gênero Lancehead de cobras é responsável por 90% dos brasileiros snakebite mortes relacionadas. As jararacas de ouro, que ocupam Snake Island crescer bem mais de meio metro de comprimento, e eles possuem um poderoso veneno agindo rápido que derrete a carne em torno de suas mordidas. Este lugar é tão perigoso que é necessária uma licença para visitar.

sábado, 27 de março de 2010

DICA DE SITES SOBRE RENATO RUSSO E LEGIÃO URBANA!


"É preciso amar as pessoas
Como se não houvesse amanhã
Por que se você parar
Prá pensar
Na verdade não há...
Sou uma gota d'água
Sou um grão de areia
Você me diz que seus pais
Não entendem
Mas você não entende seus pais...
Você culpa seus pais por tudo
Isso é absurdo
São crianças como você
O que você vai ser
Quando você crescer?".
(Trecho da música pais e filhos)


SAIBA MAIS SOBRE RENATO RUSSO E LEGIÃO URBANA! ACESSE:
http://www.renatorusso.com.br/  (Memorial Renato Russo)


http://beta.legiaourbana.com.br/ (Site oficial da Legião Urbana)


http://radiolegionaria.50webs.com/  (Radio da Legião Urbana) 
- Ótima!!! Aqui você pode ouvir gratuitamente os álbuns da banda!


http://abortoeletrico.hpg.ig.com.br/ps.htm (Site da Banda Aborto Elétrico)


* http://letras.terra.com.br/renato-russo/   
http://letras.terra.com.br/legiao-urbana/
(Letras das músicas)

RENATO RUSSO ( de 27 de março de 1960 a ...)




HOJE SE COMPLETAM OS 50 ANOS DO RENATO RUSSO...
RENATO QUE SE ETERNIZOU DENTRO DAS NOSSAS MÚSICAS...
RENATO QUE TRANSCENDEU ESSE TEMPO QUE PARA NÓS É TÃO FUGAZ...
http://correio24horas.globo.com/recursos/BancoImagens/%7B97455C89-AB45-4222-A903-1B7527C94C73%7D_renato-russo.jpg 
                  Fonte:  http://correio24horas.globo.com/noticias/noticia.asp?codigo=54028&mdl=49

RENATO RUSSO ( de 27 de março de 1960 a ...)
Renato Russo não foi apenas um vocalista de uma banda de rock, ele foi e sempre será um ídolo de milhões de pessoas que até hoje, mesmo depois da morte do cantor, engrandecem sua música.
Renato Manfredini Júnior (Renato Russo) nasceu no dia 27 de março de 1960 na cidade do Rio de Janeiro (RJ). Aos quatro anos, ganhou um disco dos Beatles, que era uma de suas bandas preferidas, ao lado de Rolling Stones, Sex Pistols e The Clash. 
Aos sete anos, ele foi para os Estados Unidos (Nova Iorque), por causa de uma tranferência de seu pai  (funcionário do Banco do Brasil). Nos E.U.A Renato aprendeu a falar inglês. Aos onze anos, uma nova tranferência de seu pai o levou até Brasília, uma cidade importantíssima em sua história.
Por volta de 1975, surgiu o movimento punk nos Estados Unidos, que se caracterizava por um rock simples, de poucos acordes, sem muitos solos de guitarras, características do heavy metal. 
Em Brasília, após se recuperar de uma doença que o deixou quase dois anos acamado, Renato Russo descobriu esse movimento Punk.
E foi numa das festas organizadas por uma turma que gostava do punk, que Renato Russo conheceu André Pretorius, com quem decidiu formar uma banda. 
Com Renato no vocal e no baixo, André na guitarra e Fé Lemos (Capital Inicial) na bateria, formou-se o Aborto Elétrico, primeira banda de Renato Russo. Foi nessa época que várias músicas do repertório do Legião Urbana e do Capital Inicial foram criadas, como "Que País é este" (Legião Urbana) e "Veraneio Vascaína" (Capital Inicial).
Depois de várias formações, o Aborto Elétrico se desfez por causa da música Química, feita por Renato. Quando Renato mostrou a música para Fé, este disse que a música era horrível e teria dito para Renato que este perdera a habilidade para fazer músicas.
Após se separar do Aborto Elétrico, Renato Russo decidiu fazer 'solo'; nos shows Renato utilizava apenas um violão de 12 cordas, intitulando-se de “O Trovador Solitário”. Nessa época, nasceram músicas com um estilo mais folk, como Faroeste Caboclo, Eduardo e Mônica, Dado Viciado, Música Urbana 2, entre outras.
Cansado de tocar sozinho, Renato Russo convidou Marcelo Bonfá para formar uma banda. O nome escolhido foi LEGIÃO URBANA. Com Renato nos vocal e no baixo e Marcelo na bateria, era necessário, então, encontrar um guitarrista.
Assim, Eduardo Paraná, um conceituado guitarrista de Brasília, foi convidado por Renato para entrar na banda e juntamente entrou para a "Legião" o tecladista Paulo Paulista. Porém, estes dois rapidamente sairam da banda, já que o estilo deles era muito pesado e isso incomodava Renato e Bonfá. 
Após esse fato, Ico Ouro-Preto foi convidado para ser o guitarrista e conseguiu um melhor resultado, mas acabou saindo da banda após um mês. Dizia a lenda que ele morria de medo dos palcos.
Após quase desistir, Bonfá e Renato decidiram convidar Dado Villa-Lobos, sobrinho neto de Heitor Villa-Lobos, para assumir o posto de guitarrista da banda. Com o trio formado, a banda precisava de novas músicas, já eles tinham alguns shows marcados. "Legião" resolveu, então, tocar hardcore, música fácil, com energia contagiante e de poucos acordes. Desse tempo, surgem Petróleo do Futuro, Teorema e Perdidos no Espaço, entre outras.
Nessa mesma época, os Paralamas do Sucesso estavam fazendo muito sucesso e Bi Ribeiro (baixista dessa banda e ex-aluno de inglês de Renato) conseguiu uma oportunidade para o Legião: gravar um disco pela EMI _ uma conceituada gravadora (por meio deste fato, Renato Russo, Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá sempre consideraram os Paralamas como seus padrinhos).
Tudo estava indo bem, até que Renato Russo tentou suicídio depois de uma briga com a gravadora por causa dos arranjos na música Geração Coca-Cola. Ele cortou os próprios pulsos ficando incapacitado de tocar baixo. Com isso, a gravadora colocou Renato Rocha (Negrete) no baixo, deixando Renato apenas no vocal.



Em janeiro de 1985 foi lançado o disco “Legião Urbana”. A EMI estava receosa quanto ao sucesso do grupo, porém, após seis meses de congelamento (graças ao Rock In Rio, que o Legião não participou) o disco começou a chamar atenção; Músicas como "Será", "Ainda é Cedo" e "Geração Coca-Cola" geraram grandes níveis de audiência. "Será" foi eleita por uma revista como a melhor música, Legião Urbana foi considerada a melhor banda e Renato o melhor cantor do ano.
Esse sucesso levou a banda ao estúdio novamente, dessa vez para gravar o disco “Dois”, que deveria ser duplo e se chamar “Mitologia e Intuição”. Mas, receosa, a EMI se recusa a laçar um disco duplo para a banda, já que a considerava muito "nova".
O disco "dois" tornou-se rapidamente um grande sucesso e é considerado por muitos um dos melhores discos de rock nacional da história da música brasileira. Músicas como "Tempo Perdido", "Índios", "Metrópole" e "Quase Sem Querer" se tornaram grandes hits. Mas, o maior sucesso desse disco e um dos maiores sucessos da Legião, foi "Eduardo e Mônica", uma música que conta a história de dois jovens que se apaixonam apesar dos estilos de vida diferentes.
Porém, com o sucesso, também, vieram alguns problemas; em dezembro de 1986, num show em Brasília, um quebra-quebra provocou a morte de uma menina deixou vinte pessoas feridas. Esse fato foi relevante para a banda de fizesse poucos shows (o que passou a ser uma característica da mesma). 
No final de 1987, foi lançado o disco “Que País é Este 1978/1987”, que trouxe várias músicas da época do Aborto Elétrico e acentuou o estilo da "Legião Urbana".
Músicas como "Que País é Este", "Eu Sei" e "Angra dos Reis" fizeram bastante sucesso. Porém, a música que mais se destacou nesse disco foi "Faroeste Caboclo". Uma música de nove minutos, que conta a história de João de Santo Cristo, personagem que está  associado ao povo brasileiro. Essa música, certamente, foi a de maior sucesso do Legião Urbana ("Faroeste Cabloco"  foi composta por Renato Russo durante duas tardes e é, atualmente, uma espécie de hino da Legião Urbana).
Tempos depois, novamente num show em Brasília, no estádio Mané Garrincha, uma organização pífia fez centenas de feridos e provocou três mortes. Um louco chegou a subir no palco e agarrar Renato Russo. O show foi interrompido e o que se via era uma imensa confusão no público. Renato Rocha e Marcelo Bonfá choravam no camarim e Renato Russo gritava: “Não vim aqui para dar show para animais”.
Este fato foi muito marcante na história da banda, e esta, depois desse dia, nunca mais fez shows em Brasília, e diminuiu ainda mais a quantidade de shows a serem realizados.
Logo depois, Renato Rocha saiu da banda, já que não conseguia cumprir os compromissos com ensaios.
Em 1989, foi lançado o disco histórico: “As Quatro Estações”. Todas as músicas ("Há Tempos", "Pais e Filhos", "Quando o Sol Bater na Janela do Teu Quarto", "Eu Era um Lobisomem Juvenil", "1965 - Duas Tribos", "Monte Castelo", "Maurício", "Meninos e Meninas", "Sete Cidades" e "Se Fiquei Esperando o Meu Amor Passar") fizeram sucesso. 
Esse disco ("As quatro estações") foi o disco record da banda, pois teve quase 2 milhões de cópias vendidas. Dentre as músicas acima "Pais e Filhos" foi a que fez mais sucesso.
Em 1990, ocorre uma grande mudança na banda. Renato Russo assumiu publicamente ser homossexual e revelou, também, ser portador do vírus da AIDS. Nessa época Renato Russo conheceu a maior paixão de sua vida, o americano Scott, que alguns acreditam ter contribuído para que o Renato se viciasse em vicia em heroína.
Com Renato afundado no vício, em dezembro de 1991 foi lançado o mais belo disco do Legião Urbana: “V” mostra todas essas mudanças na vida de Renato, com músicas falando de drogas como "Teatro dos Vampiros" e "O Mundo anda tão Complicado". 
Outras duas músicas desse disco merecem destacadas: a primeira é "Metal Contra As Nuvens", uma belíssima música de onze minutos que mostra um Renato Russo mais poeta. A outra é "Vento no Litoral", uma das mais belas músicas da Legião Urbana e que foi o maior sucesso deste disco (essa música foi feita para Scott, quando esse voltou para sua terra natal).
Dizem que Renato Russo estava tão afundado no vício, que, durante a turnê desse disco "V", quando o Legião estava na Região Nordeste, alguns shows tiveram que ser desmarcados.
Em 1992, foi lançado o disco duplo “Música Para Acampamentos”, com músicas do Legião tocadas ao vivo, algumas acústicas, alguns covers internacionais e apenas uma música inédita: "A Canção do Senhor da Guerra".
Em 1993, Renato Russo se internou numa clínica e se livrou dos vícios. Essa mudança pôde ser notada no disco “O Descobrimento do Brasil”, que falava de esperança e é sem dúvida, o disco mais alegre da Legião. Músicas como "Vinte e Nove" e "Vamos Fazer um filme" se tornaram grandes hits. 
Em 1994 o Legião resolveu dar um tempo. Com isso, Renato Russo lançou, nesse mesmo ano, o seu primeiro disco solo, o “The Stonewall Celebretion Concert”, um disco totalmente em inglês. The Stonewall era um bar nos Estados Unidos onde aconteceu um levante gay em 1970. Esse álbum continha músicas de Madonna, Bob Dylan, entre outros.
Em 1995, foi lançado o disco “Equilíbrio Distante”, que trazia músicas em italiano. Desse disco foram implacados sucessos como "Strani Amori", "La Solitudine" e "La Forza Della Vita". Segundo o próprio Renato, o disco "Equilíbrio distante" foi feito em homenagem à sua família, de origem italiana.
1996 foi um ano muito triste. A partir de janeiro, o Legião começou as gravações de seu novo álbum. Junto com isso, começam as complicações emocionais de Renato, algumas dessas apresentadas em determinadas músicas do álbum “A Tempestade” ou “O Livro dos Dias” (lançado em setembro de 1996).
Este disco é o mais triste da Legião e emplacou sucessos como "Dezesseis" e "A Via Láctea", em que Renato Russo praticamente se despede dos fãs. Fraco e com 20 quilos abaixo do peso, Renato faleceu em 11 de outubro de 1996, de complicações da AIDS. Esse dia foi um dos mais tristes da história da música nacional. 
Dez dias depois da morte de Renato Russo, Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá anunciaram o fim do Legião Urbana.
Em 1997, foram lançados dois discos póstumos: “O Último Solo” é um disco solo de Renato com sobras dos outros cds. “Uma Outra Estação”, do Legião, é um disco de sobras de “A Tempestade” (que deveria ter sido um disco duplo, mas a proposta foi rejeitada pela EMI) e engloba outras músicas que deveriam ter feito parte de “Dois” ("As Flores do Mal" e "Antes Das Seis" foram, desses discos, as músicas que fizeram mais sucesso).
Em 1998, foi lançado “Mais do Mesmo”, uma coletânea com os maiores sucessos da Legião Urbana. 
Em 1999, foi lançado o “Acústico MTV”, gravado em 1992 para divulgar o disco “V”.
"Hoje a Noite Não Tem Luar" (cover do Grupo Menudo) se tornou um grande sucesso.
Depois disso, além de diversas coletâneas das músicas feitas por Renato, foram lançadas “Como é Que se diz eu te amo” (de 2001) e “As Quatro Estações-Ao Vivo”, (de 2004). Estes são discos têm formato duplo e  registram a Legião Urbana ao vivo, mostrando, também, os grandes dircursos que Renato Russo fazia no palco.
"Enfim, esta é a história do maior nome do rock nacional e da maior banda de rock nacional, que sem dúvida, vão ficar para sempre em nossos corações".

A autoria do texto acima pertence a: Leandro de Mattos Colares e é de responsabilidade do mesmo. Texto disponível em: http://whiplash.net/materias/biografias/038862-renatorusso.html
Os ajustes (gramáticos) feitos no textos foram apenas para facilitar a compreensão do mesmo e não modificaram o sentido do mesmo.
Atenciosamente: Tânia B. Teodoro

Pesquise aqui...


“Como professor, não me é possível ajudar o educando a superar sua ignorância, se não supero permanentemente a minha”. Paulo Freire

ARQUIVO DO BLOG