sábado, 12 de junho de 2010

Estudo norte-americano revela que dupla maternidade não é um empecilho para que os filhos cresçam de maneira equilibrada


Imagem disponível em: http://www.minasumluxo.com.br/site/wp-content/uploads/2010/01/casamento_gay.jpg
Uma recente pesquisa norte-americana mostrou que não há nenhum problema em uma criança ser criada por um casal do sexo feminino. Pelo contrário: a tendência é ela crescer bem equilibrada psicologicamente e apresentar comportamentos sociais saudáveis.
Publicado ontem no jornal oficial da Academia Americana de Pediatria , o estudo liderado por Nanette Gartrell, da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, acompanhou 77 famílias de dupla maternidade entre os anos de 1986 e 1992.
Neste período, meninos e meninas criados por casais de mulheres responderam a questionários que avaliavam as experiências e os sentimentos vivenciados entre os 10 e 17 anos. O mesmo foi realizado pelas mães das crianças e, de acordo com o Site da CBS, a pesquisa afirmou que não há nenhuma evidência que torne casais homossexuais piores ou melhores na criação de seus filhos do que os casais heterossexuais.
Gartrell, que possui uma relação homoafetiva, ainda afirmou à Reuters que o amor, a disponibilidade de recursos e o envolvimento na vida das crianças são as características que realmente torna um casal adequado para criar um filho. “Não há nenhum estudo que já tenha demonstrado a existência de problemas em relação à adequação psicológica das crianças”, completou a especialista à agência.
Lan Rivers, professor de Desenvolvimento Humano da Universidade de Brunel, na Inglaterra, afirmou que o estudo demonstra que, ao contrário do que muitos imaginam, os casais homossexuais não caracterizam a razão dos possíveis problemas que os filhos podem acabar enfrentando, e sim o estigma da sociedade. “Mas nós estamos começando a ver uma melhora, já há uma consciência nas escolas de que a homofobia é inapropriada”, completou o britânico à Reuters.
De acordo com a agência de notícias, recente pesquisa já revelou que, nos Estados Unidos, aproximadamente 250 mil crianças são criadas por casais do mesmo sexo. No Brasil, cerca de 20 casais gays já conquistaram o direito de adoção legal.
Ver também: Reportagem - Uma esperança aos homossexuais http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/uma+esperanca+aos+homossexuais/n1237602909199.html 

Nenhum comentário:

Pesquise aqui...


“Como professor, não me é possível ajudar o educando a superar sua ignorância, se não supero permanentemente a minha”. Paulo Freire

ARQUIVO DO BLOG