domingo, 8 de novembro de 2009

QUANTO VOCÊ VALE?

Estamos em mundo que exige que tenhamos cada vez mais e que essas posses sejam cada vez mais significativas. Os valores éticos e morais, aos poucos, estão sendo substituídos por valores monetários.

E o que você quer da sua vida? Você quer status? Ou você quer dignidade?
Será que é possível ter status sem que seja corroída a nossa dignidade?

Quanto é que você vale? Do que é que você é capaz?

Te digo uma única coisa, meu amigo: _ Você não é somente aquilo que você faz ou somente aquilo que você deixa que os outros saibam de você. Você é, também, aquilo que você pensa!

Pense sobre isso!

Os pensamentos ajudam o homem a se construir, mas, também, são capazes de destruir o homem.

Saiba que só sobreviverá a esse caos de princípios aqueles que estiverem verdadeiramente lúcidos do que eles são e conscientes do que eles querem. E para estarmos verdadeiramente lúcidos e conscientes é preciso compreender e se envolver com nossas origens. É preciso ter disponibilidade para lutar por nossas crenças sem desrespeitar as crenças dos outros.

É preciso redescobrir nossos valores e lutar para que eles se edifiquem sobre bases sólidas.

O filósofo Jean-Jacques Rousseau disse que: "Uma sociedade só é democrática quando ninguém for tão rico que possa comprar alguém e ninguém seja tão pobre que tenha de se vender a alguém".

Eu digo que: "Uma sociedade só é democrática quanto o direito de escolher é algo verdadeiramente real e onde a pobreza, em termos econômicos, não seja apresentada como um sinônimo de miséria espiritual e de ausência de dignidade ou deturpações de princípios éticos e morais e a riqueza, por sua vez, não signifique soberba e tirania". Tânia Batista Teodoro

Nenhum comentário:

Pesquise aqui...


“Como professor, não me é possível ajudar o educando a superar sua ignorância, se não supero permanentemente a minha”. Paulo Freire

ARQUIVO DO BLOG